Títulos

2011

Campeão Brasileiro da Série D

Em 2011, o Tupi conseguiu o maior título de sua história. Se tornou campeão brasileiro da Série D, vencendo o Santa Cruz em duas partidas. No primeiro confronto, 1 a 0 no Mário Helênio. No jogo de volta, em Recife, diante de mais de 54 mil torcedores, o Carijó levou a melhor novamente, desta vez por 2 a 0. Nesta partida, o time comandado por Ricardo Drubscky entrou em campo com: Rodrigo, Marquinhos (Adalberto), Wesley Ladeira, Sílvio e Augusto; Assis, Marcel, Luciano Ratinho e Michel (Henrique); Alan e Ademilson.

2008

Campeão da Taça Minas Gerais

Nesta conquista, o Carijó bateu o América Mineiro nas finais. No Independência, o Carijó venceu por 3 a 1, já em Juiz de Fora, foi derrotado por 2 a 1, mas garantiu a taça e a festa da torcida que lotou o Mário Helênio. O Tupi atuou com: Alan Faria, Henrique, Ricardo, Fernando, Mendes, Robson, Daniel, Caetano, Léo Salino(Lucas), Alan(Marquinho) e Ademilson (Reginaldo). Técnico: Wellington Fajardo.

2001

Campeão Mineiro do Módulo II

Nesta edição, o Galo Carijó perdeu apenas uma partida. No último jogo, para um público de aproximadamente 20 mil pessoas, a equipe conseguiu vencer o América de Alfenas, por 3 a 1. O Tupi conquistava o título de Campeão Mineiro do Módulo II e voltava, depois de seis anos, para a primeira divisão do Estadual.

1983

Campeão Mineiro da Segunda Divisão

Participaram do torneio 13 equipes, divididas em três grupos. O Carijó ficou no grupo C, onde foi o líder. Na última etapa, diante do Alfenense, XV de Novembro e Paraisense foi novamente o melhor e conquistou a taça.

 

Campeão Juiz-forano

1921, 1923, 1926, 1929 (invicto), 1933 (invicto), 1935 (invicto), 1936, 1937 (invicto), 1940 (invicto), 1941, 1944, 1945 (invicto), 1947 (invicto), 1948 (invicto), 1951(invicto), 1952, 1954, 1958, 1963, 1956 e 1969 (invicto).

Campeão Mineiro do Interior

1985,1987,2003, 2008, 2012 e 2018

O Galo Carijó é a segunda equipe com maior número de troféus, são seis títulos conquistados.