Brasão Tupi

Tupi Football Club
"(…)E vive a glória dos imortais"

Histórico

 

Elenco comemorando o título da Série D em 2011 na sede em Santa T terezinha

Elenco comemorando o título da Série D em 2011 na sede em Santa Terezinha

  O Tupi Football Club não tem o galo carijó como mascote à toa. O time de Santa Terezinha é guerreiro por natureza e a história não mente. Nascido de uma dissidência do Tupynambás, o Alvinegro em seus 100 anos jamais abandonou a raia, mesmo diante de ameaças de morte iminente.

  O Galo, em seus 103 anos de existência, viveu e vive momentos de amor e ódio com a torcida e a cidade de Juiz de Fora, continuando ativo, pronto para mais uma briga, sem perder, em momento algum, o desejo de concretizar o maior sonho da nação carijó: disputar a Série A do Campeonato Brasileiro. Tornou-se, ao longo do tempo, um importante instrumento de divulgação do município, diante da paixão do povo juizforano pelo futebol e inúmeras glórias conquistadas pelo Carijó, que jamais deixou de representar a cidade nas competições vigentes. Para o ex-prefeito de Juiz de Fora e advogado, Tarcísio Delgado, um dos políticos que mais contribuiu com o desporto juizforano, “o Tupi é uma camisa forte em Juiz de Fora, foi sempre e ainda é. O Tupi estando bem é sucesso absoluto”.

Roney Testa

Jornalista e torcedor carijó, Roney Testa

  A caminhada continua árdua, com muitos obstáculos. Futuro incerto e longínquo. Única certeza? A memória afetiva mais contraditória do esporte de Juiz de Fora. História que você revive agora no trabalho de pesquisa do juizforano Roney Testa.

Histórico links