Brasão Tupi

Tupi Football Club
"(…)E vive a glória dos imortais"

Cooperativa Manchester de Futebol (MG)

  No final de 1992, um seminário sobre futebol realizado pelo Instituto Granbery da Igreja Metodista tinha entre os convidados o então presidente do Paraná Clube, Darci Piana, que relatou a inédita experiência no futebol de fusão de clubes, em patrimônio e recursos financeiros e humanos, a fim de criar uma equipe mais forte e com maiores chances de vitórias. Foi assim que, através da união do Esporte Clube Pinheiro e do Colorado Esporte Clube (e outros clubes de menor porte do estado), foi criado o Paraná Clube que até hoje se mantém entre os principais times do país.

  O então presidente do Sport, Júlio Gasparete, presente ao seminário, convidou alguns profissionais da cidade e, junto com o Tupi, o Tupynambás, a Prefeitura Municipal e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), iniciou o trabalho de formação de um único representante da cidade nas competições de futebol profissional.

    Em 1994 nasceu a Cooperativa Manchester de Futebol Profissional, que ficou em segundo lugar na Série B do Campeonato Mineiro do mesmo ano. Entretanto, com o retorno ao Módulo II do Campeonato Mineiro em 1995 (com uma péssima campanha: em 22 jogos, foram apenas três vitórias, 19 pontos ganhos e a última colocação), a cooperativa foi oficialmente desarticulada em 1996, forçando os três clubes a superar novamente sozinhos suas dificuldades para manter o futebol em atividade.

   O nome Manchester foi uma homenagem ao período áureo da indústria de Juiz de Fora que rendeu à cidade a alcunha de Manchester Mineira. O mascote escolhido para representar a nova equipe foi a águia, ficando o Galo Carijó (Tupi), o Leão (Tupynambás) e o Periquito (Sport) na lembrança dos torcedores.

   Na prática, o nome Manchester foi utilizado a partir de uma solicitação dos dirigentes locais junto à Federação Mineira. Oficialmente o nome do representante da cidade não se alterou. Nunca deixou de ser Tupi. A imprensa esportiva referia-se à equipe como “Manchester Tupi”. O uniforme da Cooperativa Manchester, nas cores azul e laranja, foi autorizado por ser considerado pela federação o terceiro uniforme carijó. O escudo alvinegro aparecia na manga.

Manchester em 1996 não Mineirão (destaque para o placar eletrônico ao fundo apontando Cruzeiro x Tupi

Manchester em 1996 no Mineirão (destaque para o placar eletrônico ao fundo apontando Cruzeiro x Tupi)

 

 

Fonte: http://www.futebolnacional.com.br

http://recordartupi.blogspot.com.br/

 

Curiosidades Carijós links
Voltar